Outras páginas

sexta-feira, 21 de junho de 2013

Política: Gestão Pública com eficiência e desburocratizada

CANINDÉ, Sergipe - Diante de todo os protestos que vem acontecendo ao longos desses dias em nosso País, estudantes e trabalhadores tomam as ruas para gritar por um Brasil mais digno e igualitário. 












Por Valdir Inácio
Graduando em Gestão Pública


O momento é oportuno para escrever sobre a importância de ter nos governos municipal, estadual e federal, o profissional formado na área da Gestão Pública. Pois, esse profissional é capaz de compreender, planejar e gerir a Administração Pública com eficiência e desburocratizada.

O gestor público pode atuar em todos os setores da esfera pública, seja ele municipal, estadual ou federal; e nos três poderes: Legislativo, Executivo e Judiciário. Sua função é planejar o espaço urbano e rural e avaliar impactos resultantes da implementação de políticas públicas.


Os órgãos públicos têm grande importância na sociedade devido à sua responsabilidade em gerir o dinheiro público de forma socialmente responsável, eficaz e satisfatória. O profissional, tecnólogo, é fundamental em todas as áreas, seja social, administrativa e econômica. Esse profissional é capaz de desenvolver com empreendedorismo e competência a gestão estatal.

Mercado de trabalho

O campo de atuação do profissional do Curso Superior em Gestão Pública estende-se por toda a administração pública, abrangendo as esferas municipais, estaduais, federais ou mesmo não governamentais. Ao finalizar o curso, esse profissional poderá ocupar postos de trabalho tais como: Secretário do serviço público, Dirigente do serviço público municipal, Supervisor administrativo, Diretor de suprimentos, Diretor de departamento ou de divisão do serviço público municipal, entre outros postos executivos e administrativos inerentes ao setor público.

Diferenciais
  • Possibilidade de obtenção da graduação em Relações Internacionais e Ciência Política;
  • Programa de intercâmbio com universidades internacionais;
  • Grupos de iniciação científica;
  • Atividades de extensão: cursos, visitas técnicas e palestras;
  • Desenvolvimento da reflexão entre as diversas disciplinas por meio da prática do trabalho interdisciplinar;
  • Estímulo à produção científica e à aprendizagem continuada.
Fonte: Centro Universitário Uninter /Vestibular Brasil Escola / com adaptação de Valdir Inácio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos pela sua visita e comentário.