Outras páginas

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Vereadores garantem blinda Lei do Programa Bolsa Universitária, garantindo assim o benefício de 100%

CANINDÉ, Sergipe - No último sábado (07/09), universitários e vereadores se reuniram no plenário da Câmara Municipal de Canindé de São Francisco para discutir assuntos referente ao Programa Bolsa Universitária. Confira na integra.






Valdir Inácio
Graduando em Gestão Pública

No último sábado (07), às 10h, aconteceu no plenário da Câmara Municipal uma reunião entre universitários de Canindé e uma comissão de vereadores, com a finalidade de debater assuntos de interesse dos universitários como, por exemplo, a Bolsa Universitária e a polêmica que gira em torno do que seria um Projeto de Lei a ser encaminhado à Câmara de Vereadores, de autoria do Executivo, visando a diminuição do valor do benefício, bem como a situação dos veteranos e calouros frente à tais mudanças, e outros assuntos pertinentes. Dentre os vereadores estiveram presentes o os vereadores Ronildo da Educação, Francisco Paes Andrade e Everaldo Nunes.

Na ocasião os vereadores garantiram que a lei vigente será blindada de qualquer alteração, sendo somente emendada caso haja sugestão feita pela futura Associação dos Universitários que será fundada em breve, e que verse sobre ajustes em prol da classe, como definição de prazos pra implementação, garantias e outros pontos importantes. Falou-se também acerca da reunião entre os Vereadores Ronildo da Educação  Valdir Andrade e Ivone Feitosa com o Prefeito Heleno Silva e o Secretário de Finanças José Andrade (Neném), que aconteceu na última quinta-feira (05), sendo este último taxativo ao dizer que o município não dispõe de meios financeiros para contemplar os 31 calouros que foram aprovados na última seleção para o programa. Diante de tais informações, os vereadores mencionaram que vão empreender todos os esforços para que haja um efetivo cumprimento da Lei que obriga o Município a arcar com a bolsa. “Se é Lei que haja o cumprimento! O município deve reorganizar suas finanças para que pague o que lei em vigência diz: que dará a bolsa de um salário para os universitários que atenderem os requisitos. Se não previram um orçamento compatível, o estudante não tem culpa por isso! E com tantos cortes de despesas ultimamente isso é inadmissível!” Disse o vereador Ronildo da Educação. 

Fonte: Assessoria/Divulgação/Gabinete Ver. Ronildo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos pela sua visita e comentário.