Outras páginas

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Canindé enfrenta Itabaiana

CANINDÉ, Sergipe - Time do Canindé encara a equipe do Itabaiana pela terceira rodada da Copa Governador do Estado de Sergipe no próximo domingo dia 19/01, às 16h, no Estádio Andrezão, em Canindé de São Francisco.









por Valdir Inácio, da redação


Súmula 

O árbitro da partida entre Canindé X Socorrense registrou na súmula do jogo que os vestiários do Estádio Andrezão está com problemas de manutenção, tais como: descarga quebrada, formigueiro, entulho e materiais do campo, casa de marimbondo, sem mesa e sem cadeira. Ainda registra que as bandeiras dos escanteios não ficam na posição correta durante a partida, assim como as placas de substituições não tem toda a numeração necessária. Acesse a súmula clicando aqui e veja os detalhes.

Opinião

Lamentamos pela falta de manutenção necessária na principal praça esportiva do município de Canindé. Para quem observa o gramado até pode pensar que tudo está da melhor forma possível. No entanto, as instalações que deveriam acomodar os atletas e a equipe de arbitragem de acordo com a súmula da partida se encontram em total abandono. Acredito que não é por falta de dinheiro, pois a Secretaria de Esportes detém de um orçamento que tem recursos para fazer tais reparos. Acredito que os acessórios (placas para substituição, mesa e cadeira) não seja tão caro a ponto de os responsáveis pelas partidas ter que mencionar em seus relatórios esses pequenos detalhes. Porém, nada justifica tais registros uma vez que existe recursos para sanar tais problemas. Ah, estava esquecendo de mencionar a precária iluminação. É isso mesmo, precária. Pois, é horrendo a atual iluminação do Andrezão. Ainda bem que os jogos acontecem no período da tarde, pois caso contrário o Canindé corre o risco de ser penalizado. 

Detalhes como esses deveriam ser prioridade para o atual gestor da pasta. Uma vez que o mesmo tem a obrigação de manter da melhor forma possível a manutenção das praças esportivas do Município. Ah, antes que digam que estamos apenas criticando, quero frisar e deixar bem claro que estamos no nosso direito de expor nossa opinião. No entanto, quero transparecer para todos que nossa contribuição tem unicamente o objetivo de ajudar o gestor da pasta da  de esporte e o gestor do Município acertar e fazer valer as funções que os mesmos atualmente exercem.

Em relação a Federação Sergipana de Futebol, quero dizer que esta é um tanto folgada em relação ao que tange as placas de substituição, pois deveriam no mínimo ter suas próprias. Outro fator que ainda não conseguir entender é o fato de a bilheteria dos jogos ter que ser destinada para a federação. Como assim? Será que os patrocínios que entram nos cofres da mesma não são suficientes? Será que a federação não tem condições de pagar os seus funcionários (arbitragem, delegados das partidas, bolas e etc.) do montante que entra através dos patrocinadores?

Realmente da forma como o nosso futebol profissional é gerido vai demorar alguns anos para termos equipes nas séries de elite do futebol brasileiro. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos pela sua visita e comentário.