Outras páginas

quarta-feira, 19 de outubro de 2022

A Educação que transforma depende do seu protagonismo enquanto cidadão de direitos e deveres


Falar em Educação é sempre positivo. Principalmente por entender que a Educação é a mãe de todas as profissões. É através dela que pessoas são transformadas, sonhos são realizados e histórias são reescritas com sucesso.

A Educação, assim como a Saúde, deveria ser prioridade em qualquer governo. É uma questão pública de interesse de todos. Quando o município desenvolve com excelência um trabalho na Educação e Saúde, os seus cidadãos são beneficiados por tais práticas. Consequentemente, a certeza de que valeu apena pagar os altos impostos para subsidiar os investimentos nas prioridades para o povo.

De acordo com a Declaração Universal dos Direitos Humanos (artigo 1.º), “todas as pessoas nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotados de razão e consciência e devem agir em relação às outras com espírito de fraternidade.” 

O que a nossa Constituição Federal de 1988 fala sobre os direitos e deveres que todos os cidadão tem? Vamos conhecer!

Os direitos civis são aqueles relacionados às garantias das liberdades individuais, à liberdade de expressão, à igualdade perante a lei, à segurança, entre outros.  (Artigo 5º da Constituição). 

Já os direitos políticos são aqueles relacionados ao sistema político e à democracia, como o direito de votar em representantes, ser votado, ter o sigilo do voto respeitado e poder criar partidos políticos. Eles estão descritos nos Artigos 14 e 17 da Constituição Federal. 

E os direitos sociais são aqueles relacionados à educação, saúde, moradia, previdência social, assistência aos desamparados, proteção à infância e aos idosos. Esses direitos estão definidos no Artigo 6º da Constituição.

Para que os direito sociais sejam uma realidade em nossas vidas, se faz necessário que os cidadãos e cidadãs conheçam e defendam sua efetivação todos os dias. Assim, podemos dizer que nós brasileiros e brasileiras devemos exercer nossa cidadania todos os dias, seja para lembrar desses direitos já garantidos na Constituição de 1988, seja para garantir sua realização na vida das pessoas.

Outro detalhe importante que devemos destacar é a importância de o cidadão participar da vida política, participando e cobrando a transparência dos orçamentos públicos, cobrando eficiência dos representantes na Câmara de Vereador - fiscalizando o Prefeito e o Poder Executivo em suas ações, e por último, cobrando do gestor (prefeito, governador e presidente) que seja transparente em suas ações no uso do dinheiro público e em todas ações que envolva o erário público, assim como manda a Lei Federal de Acesso a Informação n.º 12.527. O que não pode ser mostrado na administração pública com certeza é algo que vai de encontro aos interesses do povo.

Podemos finalizar essa conversa reafirmando a importância de conhecer os direitos e deveres presentes na Constituição Federal 1988, e principalmente, colocando-os em prática para ter uma vida melhor e uma sociedade mais justa e igual para todos.

Nós, enquanto cidadãos dotados de direitos e deveres temos que entender que político constituído - prefeito, vereador, deputado, senador, governador e presidente, nada mais é do que, EMPREGADO DO POVO. Eles são bem pagos para trabalhar em benefício de resolver os problemas da comunidade, do município, do estado e do país. Colocando sempre os interesses coletivos acima de qualquer outro. Afinal, somos seus "patrões" e a cada quatro anos podemos demiti-los por justa causa e incompetência. 

Importante

Não trate político como "deus", trate-os como seu empregado, com cordialidade, respeito e acima de tudo, cobrando resultado durante seu mandato.

Pense nisso!



Valdir Inácio
Canindeense, formado em Gestão Pública
Especializado em Marketing Digital
Graduando em Rádio e TV
Graduando em Educação Física

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos pela sua visita e comentário.