Outras páginas

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Rio+20



A presidente Dilma Rousseff abriu oficialmente a Rio+20 nesta quarta-feira, 13, pedindo o compromisso de todos os países na busca pelo desenvolvimento sustentável. Dilma pressionou as nações desenvolvidas, que apesar da crise, não atingiram suas metas de sustentabilidade.
“Não consideramos que o respeito ao meio ambiente só se dá em fase de expansão do ciclo econômico. Pelo contrário, um posicionamento pró-crescimento, de preservar e conservar é intrínseco à concepção de desenvolvimento, sobretudo diante das crises”, afirmou.
Dilma ressaltou que “o ambiente não é um adereço, faz parte da visão de incluir e crescer porque em todas elas nós queremos que esteja incluído o sentido de preservar e conservar”. Para ela, os compromissos apresentados durante a Rio+20 foram assumidos “voluntariamente”. “Consideramos que a sustentabilidade é um dos eixos centrais da nossa convicção de desenvolvimento”, destacou.
A presidente estava acompanhada dos ministros Gleisi Hoffmann (Casa Civil), Fernando Pimentel (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior), Antonio Patriota (Relações Exteriores), Izabella Teixeira (Meio Ambiente), Aloísio Mercadante (Educação), Ana de Holanda (Cultura) Edison Lobão (Minas e Energia), Helena Chagas (Comunicação), Gastão Vieira (Turismo) e Marco Antonio Raupp (Ciência, Tecnologia e Inovação).
Além deles, estão presentes à cerimônia o secretário-geral da ONU para a Rio+20, Sha Zukang, o governador do Rio, Sérgio Cabral, o vice-governador Luiz Fernando Pezão, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, e Mauricio Borges, presidente da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), organizadora do Pavilhão Brasil, onde ocorreu a cerimônia de abertura.
Fonte: blogs.estadao.com.br

Um comentário:

  1. Essa matéria me faz lembrar do que foi acertado em Kyoto, Japão, cujo encontro gerou um protocolo do mesmo nome: "Protocolo de Kyoto" que, entre outras coisas, falava d emissão de gases e dava acertos para muitas questões do meio ambiente. Talvez tenha sido isso que fez a Presidenta Dilma Roussef chamar a atenção das nações ricas para realmente fazer valer a responsabilidade e promover a atenção social no mundo.

    Bom artigo para ser reproduzido e do qual lhe parabenizo a você e ao blog que vem melhorando, pois, está trazendo outros focos interessantes para o conhecimento da nossa sociedade tão carente de informações serias e pertinentes como essa que você colocou.

    Um abraço.

    ResponderExcluir

Agradecemos pela sua visita e comentário.