Outras páginas

sábado, 21 de março de 2020

Prefeitura adota medidas de prevenção e feira ganha novo formato em Canindé de São Francisco

Visando diminuir o fluxo de pessoas e os riscos de contágio do novo coronavírus, pandemia que afeta milhares de pessoas no mundo, a Secretaria da Agricultura, Água e Meio Ambiente, adotou ações de prevenção na feira livre em Canindé de São Francisco.

Nesse novo modelo, a feira livre deu início na sexta-feira (20/03), funcionando das 18h às 23h, no sábado ocorre normalmente. Para esse momento, foi restringindo a venda de alimentos perecíveis (queijos e derivados, carnes, peixes, frangos, frutas, verduras, condimentos, legumes, hortaliças, feijão, farinha, lanches). Em relação aos demais feirantes, ficarão impossibilitados de nos próximos 15 dias, de montar as suas bancas.

No perímetro que acontece a feira, a Secretaria da Agricultura, disponibilizou para os feirantes e para a sociedade, pontos de higienização com água e sabão para as pessoas lavarem suas mãos.

De acordo com o gestor da pasta, Ramire Bezerra, “na feira de sexta, tivemos êxito quanto aos cuidados com a higienização, porém, no dia sábado, percebemos o quanto as pessoas não têm dado a importância necessária ao fato (coronavírus) não tem tomado os cuidados com a saúde deles e do próximo, crianças e idosos, circulando normalmente no ambiente, mesmo sendo orientados pelos fiscais da feira e pelo secretário, não obedeciam, tivemos que solicitar apoio policial e do Conselho Tutelar (fomos atendidos) e alguns feirantes (aproximadamente cinco) restritos de comercializar os seus produtos (não se enquadram no gênero alimentício) devido ao Decreto Municipal”, comentou.

“Estamos na eminência de suspensão da feira livre, infelizmente, as pessoas não compreenderam a gravidade da situação. Se por ventura, a feira continuar, teremos que tomar medidas mais drásticas com relação a contingentes. E rodízio de feirantes do gênero alimentício”, finalizou o secretário.

Segundo um feirante do ramo de queijo, o primeiro dia a noite surpreendeu positivamente. O comerciante relatou que espera que continue depois do período da pandemia. “Tem pessoas que preferem fazer sua feira à noite, devido o calor e também porque fica com tempo livre no dia seguinte, gostei”, finalizou.

A ação de mudança da feira, está respaldada na Lei Federal 13.979/2020, no Decreto Municipal 033 e 034/2020, e nos atos normativos publicado pelo Governo do Estado de Sergipe.

Mais fotos clique aqui.







Fonte: ASCOM Prefeitura de Canindé de São Francisco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos pela sua visita e comentário.